IMG_2468.JPG

Aquilo Que
Abraça

POR Miriam Andraus Pappalardo e Renata Porto

A concepção da exposição "Aquilo que abraça" nasceu a partir de um convite recebido de Paula Isola e Laura Giusti, do Grupo Joyeros Argentinos, por ocasião da II Bienal Latinoamericana de Joyería Contemporánea, que seria realizada em 2018, na cidade de Buenos Aires. Sugeriam uma mostra de artistas brasileiros que pudesse acontecer como evento paralelo à bienal. Foi assim lançada a semente deste projeto.

 

Decidimos fazer uma convocatória aberta, direcionada a artistas brasileiros e estrangeiros que fossem residentes no Brasil a mais de três anos, podendo reunir tanto aqueles já conhecidos como desconhecidos. O tema do abraço foi o mote e fio condutor que direcionou toda abordagem da curadoria e edição das obras para a exposição. 

 

Abraçar ideias, ir a fundo, dedicar-se a uma causa, crença, ideal ou profissão. Aprofundar e seguir até o fim, intensamente, completamente. Abraço, que segura ou prende firmemente. Abraçar com os braços, de forma afetiva. Proteger, aninhar, confortar. Envolver e ser envolvido, envolver-se. Agarrar, dominar, sufocar. Aceitar, adotar, reconhecer. Receber, captar, acolher, juntar, somar. União de elementos, coisas ou pessoas. Cobrir em toda volta, cercar, rodear, abranger. "Abraçar o mundo", expressão usada para quem muito quer... Tantas palavras e sentidos, para expressar a ideia de abraço. Gesto, sentimento, ato físico e visível aos olhos de todos, estado de espírito, desejo, ou simplesmente uma singularidade. Ou apenas, fechar os olhos e calmamente tentar imaginar o que cabe em cada abraço, que mundo ali existe.

A exposição acabou tendo três montagens diferentes e reuniu o trabalho de 45 artistas, de várias gerações e diferentes partes do país, em uma mostra que apresentou mais de 70 peças realizadas em diversos formatos, tamanhos e materiais. Inicialmente, foi apresentada em Buenos Aires, em 2018, no Centro Cultural Brasil Argentina e, no ano seguinte, em São Paulo (SP), na Galeria Virgílio e no Mercado de Arte e Design. Tanto em Buenos Aires, como em São Paulo, também foram organizados workshops com o mesmo tema da exposição, além de palestras e catálogo impresso.


Para a III Bienal Latinoamericana de Joyería Contemporánea, programada para outubro de 2021, na capital argentina, já está sendo idealizada uma nova convocatória, para a realização de mais uma exposição de artistas brasileiros. O tema será "Vale quanto pesa?". Expressão muito utilizada como um dito popular, pode nos levar a questionar sobre o real e relativo valor das coisas, dos materiais e meios de produção. A ideia é instigar a reflexão sobre o que produzimos, como produzimos, a que custo, quais são as implicações das escolhas que fazemos.

Se inscreva para receber mais novidades
  • Instagram

IDEALIZAÇÃO: CHRISSIE BARBAN & JOSETTE BARBAN | DIREÇÃO DE ARTE: POHL | REDAÇÃO: LEANDRO BUARQUE