E476F902-F73C-4655-87E3-DBEFB2DFED83.jpg

A  JOALHERIA QUE NOS UNE

por MARCELO NOVAES

A História ensina que épocas sombrias representam grandes oportunidades de renascimento. Se alguns precisam de tempo e reclusão, outros são movidos pelo desejo entusiasmado da transformação. Nos tempos de desafios que vivemos, assistimos movimentos de união coletiva como antídoto para a sanidade individual também do artista joalheiro. A segunda edição do Brazil Jewelry Week, mais que um evento para fortalecer a joalheria contemporânea, ficou marcado como um evento de alianças, uma comprovação de que a paixão pela arte move montanhas, contribuindo para a construção identitária da joalheria contemporânea na América Latina.

 

Participar da histórica edição online do BJW foi um surfar num movimento natural de sintonia e conexão com o pensamento criativo. Conduzidos por uma EQUIPE ORGANIZADORA guiada pela coragem da experimentação, fomos presenteados por uma liderança que nos falou ao coração: Chrissie Barban, guerreira criativa, empreendedora e enfant-terrible da joalheria contemporânea. Miriam Korolkovas, personagem sábia, experiente e referência do ofício joalheiro no Brasil. Jorge Manilla, cidadão do mundo, protagonista da cena joalheira na América Latina, dono da generosidade do mestre como legado da educação.


Transcendendo fronteiras, graças ao avanço online decorrente de uma pandemia mundial, fomos inspirados pelas cabeças pensantes e criativas dos mais renomados PALESTRANTES da cena da joalheria contemporânea no Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México, Portugal, Espanha. Fomos brindados por um painel de perspectivas multidisciplinares desenhado pela disponibilidade e o talento de perfis das mais variadas vertentes: curadores, professores, artistas, escritores, doutores e empreendedores da joalheria artística. Como brasileiro, nunca me senti tão latino-americano:  além das fronteiras geográficas e de idioma que nos separam, exercitamos a reconexão com valores ancestrais que nos aproximam. 


Por outro lado, a oportunidade de acesso ao conhecimento atraiu a presença e o engajamento de um PÚBLICO internacional, interativo, participativo, com sede pela troca e o diálogo. Ao longo de horas que voavam ao som de emocionantes depoimentos, foram construídos laços de afeto. Muitas vezes distanciados por abordagens individuais, exercitamos a empatia conciliadora da humanidade do que nos aproxima em torno de uma joalheria mais acessível, inclusiva e democrática. 

Atuar como MEDIADOR de um evento desta magnitude, demandou valores de coragem, dedicação e acima de tudo, o genuíno interesse pessoal pelo outro. A sintonia afinada com a equipe organizadora, a relação de confiança estabelecida com talentosos palestrantes, o compromisso de oferecer ao fiel público simplesmente a melhor experiência, foram ingredientes para garantir o ambiente de construção coletiva e sólidas relações. Com doses de gentileza e otimismo, comprovamos que a COMUNICAÇÃO é sim uma grande aliada para estabelecer alianças e apontar caminhos ainda pouco explorados na joalheria artística, hoje mais contemporânea do que nunca.

Se inscreva para receber mais novidades
  • Instagram

IDEALIZAÇÃO: CHRISSIE BARBAN & JOSETTE BARBAN